Voltar        Compilado por Beraldo Lopes Figueiredo   - Voltar ao Menu  

Página Principal

05.5 -  OS TRÊS ALIMENTOS EXISTENCIAIS:

05.5.1 – TIPOS DE ALIMENTOS:
Alimentos existenciais primários, estes obedecem a sua ordem de grau de intensidade e densidade, eles são usados pelo organismo usando vias próprias de acordo com sua densidade. Quanto mais denso for um alimento, mais tempo levará, menos capacidade de aproveitamento terá.

O primeiro alimento é o mais denso e físico (sólidos e líquidos) é a comida. Sem a comida pode-se viver alguns dias.

O segundo alimento é o ar de menor densidade, sem esse pode-se viver alguns minutos.

O terceiro alimento o menos denso deles, é a bioenergia, uma radiação no qual não se vive um instante sequer.

Como diz o velho ditado: “Não só de pão vive o homem” – Comer bem, portanto não é uma questão de arte culinária, mas também de saber respirar e conhecer a ciência de absorver, digerir e metabolizar as muitas formas de energias com as quais estamos em contato.

Partindo do princípio que matéria é energia em estado de condensação e energia é matéria em estado radiante – Einstein.
Os alimentos estão relacionados com o biorritmo:
 

  • Sólido e Liquido = Sistema Digestivo – Setor ou esfera: Motricidade.

  • AR = Sistema Respiratório – Setor ou esfera: Emoções.

  • ÉTER (energias Eletromagnéticas) = Sistema Nervoso – Setor ou Esfera: Intelecto.

     

05.5.2 – ALIMENTOS SÓLIDOS E LÍQUIDOS: Biorritmo 23

SISTEMA DIGESTIVO: (Vórtices: Umbilical e Hepático)

As comidas (alimentos sólidos e líquidos) por polaridade bioeletromagnéticas são três:Os Positivos, Negativos e Neutros.
Mas não podem ser confirmados por meios físicos da atualidade e sim por meios idôneos de classificação é por via extra-sensorial.

1 – ALIMENTOS POSITIVOS:
No plano vegetal todos aqueles que tenham a semente dentro da polpa (frutas em geral).
No plano animal: O leite e seus derivados, mel.

2 – ALIMENTOS NEUTROS:
No plano Vegetal todos os alimentos com vagem, que possuem sementes dentro da casca, tais como: Ervilha, feijão, arroz, trigo.
No plano Animal os OVOS em geral.

3 – ALIMENTOS NEGATIVOS:
No plano vegetal todos os alimentos cujas folhas de distintas cores, tubérculos, bulbos, que se desenvolvem dentro da terra.
No plano animal todas as carnes, peixes, mariscos e caracóis.

4 – CONTRA-ALIMENTO: O JEJUM, quando usado com tecnicalidade, se torna uma alimento, para equilibrar as energias.

As formas lógicas de combinações são sempre: POSITIVO com NEUTRO, ou NEGATIVO com NEUTRO.
Deve-se procurar evitar a combinação de POSITVO com NEGATIVO.

05.5.3 AR - PRANA: Biorritmo 28

SISTEMA CÁRDIO- RESPIRATÓRIO (CHAKRA CARDÍACO / LARÍNGEO)

O AR pode ser assimilado de duas maneiras. Pelo processo comum e pelo Técnico.

O modo comum obedece um simples processo mecânico de inspiração e respiração, formando assim um ciclo respiratório.

Mas esse processo funciona sempre com a inspiração que é absorver alimento (ar), expelir resíduos através da expiração, cuja fase cíclica é 1 e 4 ciclos.

RESPIRAÇÃO TÉCNICA:

Num mesmo habitat, todos os seres Humanos respiram, todos absorvem da mesma maneira o ar, porém cada um exala um ar distinto, mesmo nas respirações comuns, porque cada um possui sua própria cadência, seu biorritmo e sua área cardio-respiratória.

O ritmo respiratório varia em todo o indivíduo, e o mesmo indivíduo possue vários ritmos, em atividade, repouso, tenso.

O biorritmo pode ser binário: possui dois ritmos de exatos tamanhos, inspiração e expiração; já em repouso durante o sono este ritmo passa a ser ternário, pois a fase de expiração tem duração dupla em relação a inspiração.

No modo técnico, as fases são reguladas de forma consciente, controladamente. Existem várias técnicas respiratórias, todas elas por distintas variantes procuram elevar o rendimento do pedestal biorritmo.

Como exemplo cita-se uma técnica oriental do Pranaiana que consiste em ingerir o ar, num segundo momento assimila-se e no terceiro expele-se os resíduos, existe um quarto momento, mas nem todas as técnicas usam-no que é a ausência de ar, ou trancar a respiração por um instante (equivale ao Jejum).

Todas as técnicas usam uma medida de tempo , usando como unidade as batidas do coração, mas por base toda a técnica respiratória tende a diminuir a velocidade de respiração. Exemplo em cada minuto tem-se em média 18 respirações, pois tende-se a diminuir este número.
Mas por ser um alimento menos denso e proporcionalmente mais urgente, precisa-se de um guia expert em conhecimentos respiratórios.

05.5.4 ALIMENTO ENERGÉTICO: Biorritmo 33

SISTEMA NERVOSO (Todos os vórtices).

As radiações, usam como instrumentos de captação os vórtices (chakras) e este alimento energético ou radiação etérica (energia eletromagnética), varia muito do habitat, ciclo birritmo.

As energias naturais etéricas provenientes do reino mineral e vegetal, possuem um sentido destrógiros (sentido horário), também deve-se levar em conta energias do meio ambiente e de outros seres. As energias sinistrógiros (anti-horário) como as aquáticas e lunares, mas as energias artificiais geradas por aparelhos em geral, só vitalizam o corpo etérico. O orientais usam a hipnose, auto-hipnose, meditação e contemplação, para absorver as radiações.

05.5.5– BIORRITMO:

VÓRTICES INTRA-SOMÁTICOS: Um vórtice tem o bocal, núcleo e o talo.

 

O duplo etérico não é só a parte externa que os clarividentes veêm, ele interpenetra o corpo físico, existindo ativação eletromagnético no interior do organismo físico. Existe uma relação direta entre os biorritmos e os vórtices

Quase tudo o que acontece na natureza é periódico. Somos influenciados pelas mudanças cíclicas das estações do ano, pelas fases da Lua, pela alternância do dia e da noite, etc. e os setores de nossa vida acabam sendo influenciados por esses ritmos.
 


Cientistas descobriram períodos cíclicos no corpo humano e os denominaram biorritmos. Estes ciclos podem influenciar a força física, a coordenação motora, a resistência às enfermidades, a estabilidade mental, os humores, o pensamento lógico, o aprendizado, etc.

Os biorritmos vão mostrar as suas reais capacidades - positivas ou negativas - relativas a esses assuntos ao longo do mês.

São quatro os ciclos de biorritmo conhecidos:

Tipo Ciclo Descrição

Físico

23 dias Força física, disposição, coordenação motora, vontade, resistência às doenças e às dores.

Emocional

28 dias Criatividade, estabilidade mental, humores, sensibilidade emocional.

Intelectual

33 dias Habilidade para aprender, pensamento analítico, lógica, memória, tomada de decisão.

Instintivo

38 dias  Instinto e percepção inconsciente.

Anterior

Próxima

Voltar       Compilado por Beraldo Lopes Figueiredo   - Voltar ao Menu  

Página Principal